Como é a recuperação da cirurgia de catarata? Entenda!

A catarata é uma doença caracterizada pela opacificação do cristalino, uma lente natural dos olhos, causando certo bloqueio na entrada dos raios. O tratamento cirúrgico é o mais indicado e muitas pessoas têm dúvidas de como é a recuperação da cirurgia de catarata. No procedimento — chamado de facectomia — há substituição do cristalino opacificado por uma prótese, que nada mais é do que uma lente intraocular. Assim, é possível corrigir a catarata ou mesmo o prejuízo que existia na acuidade visual.

Entretanto, para obter os resultados almejados, é preciso ter cuidado com a recuperação. Embora seja um procedimento relativamente simples, confira quais as precauções do pós-operatório!

Uso de medicamentos prescritos

Primeiro, providencie os medicamentos prescritos pelo médico. Geralmente, são de uso tópico, ou seja, colírios. Eles visam prevenir contra infecções e inflamações internas exacerbadas. Então, os antibióticos e anti-inflamatórios tópicos devem ser utilizados pelo período indicado, que usualmente gira em torno de 7 a 10 dias.

Manter a região protegida

Logo após a cirurgia, pode ser utilizado um tampão de acrílico ou mesmo um curativo feito pelo profissional responsável. Já em casa, os cuidados com a área serão de responsabilidade do paciente.

Evite que substâncias caiam na região — exceto os colírios, claro. Seja durante o banho, seja em piscinas ou mesmo algum acidente com produtos, tudo isso pode causar alguma irritação. Já no momento de pingar os medicamentos, busque sempre higienizar as mãos antes do processo. Assim, diminui o risco de algum microrganismo infectar a região recém-operada.

Priorização do repouso

O repouso na recuperação da cirurgia de catarata é basicamente evitar movimentos bruscos ou que possam gerar aumento da pressão intraocular. O simples ato de abaixar a cabeça pode oferecer risco, assim como espirros ou vômitos. Complementando, evite também a prática de atividades físicas, sejam esportes, seja academia.

Cautela ao dormir

Assim como os movimentos bruscos causam aumento da pressão, dormir voltado para o lado da cirurgia também resultar nessa alteração intraocular. Além disso, é um risco maior até mesmo pelo contato com uma superfície repleta de microrganismos. Por mais simples que pareça, é um dos erros mais comuns na recuperação da cirurgia de catarata.

Acompanhamento continuado

Por último, ressaltamos a importância de manter o acompanhamento com o profissional. A catarata é uma condição que pode começar apenas de um lado e se manter nele, mas também pode evoluir para o acometimento bilateral. Então, é preciso que o cirurgião avalie qual o próximo passo, se será necessário intervir no outro olho, se o único procedimento foi efetivo para o tratamento ou mesmo se houve alguma complicação da cirurgia já feita.

A recuperação da cirurgia de catarata exige, sim, que o paciente adote cuidados importantes, a fim de aumentar a efetividade da intervenção e afastar as possibilidades de alguma intercorrência.

Ficou alguma dúvida sobre o tratamento? Deixe nos comentários!


Publicado em 06/08/2020

Posted in Adaptação de lente de contato

assinatura site

Olhar Certo Clínica Oftamológica © 2021 - Todos os Direitos Reservados.