Olhar Certo / 11/08/2019 / Catarata

Afinal, o que são traumas oculares? Descubra!

Sabemos que o olho é uma estrutura bastante delicada e, mesmo protegido por outras estruturas, está suscetível a lesões que são conhecidas como traumas oculares. Eles podem ocorrer após queimaduras, perfurações ou pancadas, e seus danos na maioria das vezes são irreversíveis.

Os grupos de risco mais suscetíveis aos traumas oculares são idosos, crianças, esportistas e operários que não utilizam proteção nos olhos. No entanto, qualquer pessoa pode sofrer um dano desse tipo.  

Quer saber mais sobre os traumas oculares, suas causas e tratamento? Então continue a leitura!

O que são traumas oculares?

Trata-se de um ferimento no olho causado por uma ação violenta de natureza externa. Ela pode ser perfurante ou não perfurante e, em alguns casos, comprometer a estrutura ocular e até mesmo a capacidade de enxergar. 

Os sintomas dependerão da origem da lesão. Os mais comuns nesses casos são:

  • vista embaçada;
  • vermelhidão;
  • lacrimejamento;
  • dor;
  • inchaço;
  • perda total ou parcial da visão;
  • manchas. 

Além dos sintomas apresentados, é possível ocorrer o deslocamento da retina, condição séria que pode levar à perda da visão, principalmente se a pessoa relatar flashes no campo visual ou a presença de moscas volantes. 

Quais são suas principais causas?

Como já foi dito, muitos fatores podem levar aos traumas oculares. Um bastante comum é o acidente automobilístico, que, dependendo da gravidade, pode levar a pessoa a lesões muito sérias. 

Também podem ocorrer acidentes no local de trabalho, principalmente quando o trabalhador manipula produtos químicos ou materiais, como ferro e madeira, além daqueles que desempenham atividades como lixar, martelar, afiar, furar e solda. Quando não há o uso correto de equipamento de proteção, as chances de ocorrerem traumas oculares é maior.

Outras causas de traumas oculares são:

  • lesão por objeto perfurante;
  • pancadas provenientes de cotoveladas, boladas e cabeçadas;
  • fragmentos e corpos estranhos presentes no olho que, ao esfregar, acabam causando lesões;
  • queimaduras que podem ser ocasionadas por produtos químicos ou até mesmo cigarro;
  • quedas.

Quais os tratamentos disponíveis?

Após o acidente, o atendimento deve ser feito com urgência, principalmente nos casos de lesões por perfuração, presença de corpo estranho com penetração no interior do olho e pancadas com hemorragias intensas. 

Quando ocorre contaminação por produtos químicos, é possível minimizar os danos fazendo lavagem com água corrente para, posteriormente, procurar o oftalmologista. Quando há corpo estranho, em alguns casos, pode ser necessário procedimento cirúrgico para sua retirada. 

Alguns cuidados úteis para evitar traumas oculares são:

  • precaução ao manipular produtos de limpeza doméstica para não respingar nos olhos;
  • no ambiente profissional, sempre utilizar equipamento de proteção individual;
  • ter atenção especial com as crianças, evitando o contato delas com objetos perfurantes, fogos de artifício, estilingues, pedras, tampinhas de garrafas, dentre outros brinquedos;
  • usar sempre cinto de segurança e capacete.

Como mostramos ao longo do texto, as lesões oculares são graves e podem levar até mesmo à perda de visão. Por isso, todo cuidado é necessário, principalmente com crianças, idosos e pessoas que trabalham com material de risco. 

Seja qual for a causa do trauma, é imprescindível buscar atendimento em um pronto socorro para receber o tratamento oftalmológico recomendado. Em hipótese alguma, utilize colírios ou pomadas por conta própria

O que achou do nosso texto sobre traumas oculares? Se você gostou, entre em contato conosco e saiba mais sobre a saúde dos seus olhos!

 

Saiba mais

Interessou-se sobre o assunto?
Entre em contato conosco e converse
com um oftalmologista da nossa equipe!

Entre em contato
Últimas Postagens