Olhar Certo / 05/12/2018 / Catarata

Cirurgia de catarata: quando ela é necessária e como funciona?

A cirurgia de catarata é o único tratamento para essa doença que é responsável por cerca de 20 milhões de cegos em todo o mundo. Apesar da perda da visão ser reversível com a cirurgia, ainda é grande o número de pessoas que não procuram ajuda por falta de informação.

Por esse motivo, abordamos neste post o que é a catarata, suas causas, sintomas e quando a cirurgia é necessária. Não deixe de ler!

Entenda o que é a doença da catarata

A doença é caracterizada pela opacidade do cristalino, que é uma lente natural do olho. Na maioria dos casos, progride lentamente, não incomodando a visão de quem a tem. Por essa razão, muitas pessoas não vão ao médico, mas isso é um erro, pois a catarata não tratada pode interferir totalmente na visão da pessoa, deixando-a cega.

Conheça, a seguir, os diferentes tipos de catarata.

Catarata congênita

Nesse caso, a doença se apresenta no nascimento ou durante o primeiro ano de vida da criança. Ela geralmente se desenvolve quando a mãe tem alguma infecção ou abusou do uso de drogas ou álcool durante a gestação. Ela pode ser removida se interferir na visão do bebê e nem sempre apresenta sintomas.

Catarata relacionada à idade

Essa é a forma mais comum da doença e pode ser dividida ainda em outros três tipos, dependendo da sua localização. São eles: catarata nuclear, catarata cortical e catarata subcapsular. A causa desse tipo da doença é o envelhecimento, por isso ele recebe esse nome.

Catarata traumática

Nesse caso, a doença se desenvolve após traumas oculares. Inclusive, nem sempre isso acontece logo após o evento traumático, podendo levar muitos anos para que se manifeste.

Catarata secundária

São decorrentes do uso de medicamento esteroide ou de doenças. Diabetes e glaucoma, por exemplo, são patologias que estão associadas ao desenvolvimento da catarata.

Existe também a catarata por radiação. Ela se origina após tratamentos envolvendo radiação, como é o caso do câncer.

Conheça suas causas e sintomas

Sabe-se que essa doença provoca a opacidade (ou turvamento) da lente que fica dentro do olho. Algumas causas que podem levar a essa condição são:

  • histórico familiar;
  • diabetes e presença de doenças oculares;
  • uso de medicamentos esteroides;
  • grande exposição à radiação ultravioleta;
  • lesão ocular;
  • vitrectomia ― quando há remoção do gel vítreo presente no olho.

O principal sintoma é a visão nublada, como se estivesse embaçada, dificultando tarefas do dia a dia, como dirigir um carro, ler e até mesmo identificar as expressões faciais das pessoas.

Além disso, existem outros sintomas, como visão dupla ou com brilho, como se fossem lâmpadas ou raios de sol; e episódios em que a capacidade de enxergar melhora de perto e logo depois piora.

Saiba quando a cirurgia de catarata é necessária

Todas as pessoas com diagnóstico de catarata podem fazer a cirurgia. É necessário avaliação do médico oftalmologista e a realização de uma série de exames oftalmológicos, como o de fundo do olho, de acuidade visual, de pressão intraocular, dentre outros.

Não há uma idade ideal ou indicada para a cirurgia. No entanto, quanto mais o tempo passa, maiores serão os desconfortos causados pela doença. Sem contar que a demora também dificulta o procedimento e aumenta as chances de o paciente ter complicações.

A cirurgia é realizada geralmente através da técnica de facoemulsificação, que fragmenta em partes menores e remove o cristalino opaco do olho.

Após a remoção, uma lente intraocular é implantada. Ela pode ser multifocal ou monofocal, a depender de cada paciente.

Como você pôde notar, apesar de a catarata ser uma doença bastante relacionada à cegueira, é possível revertê-la por meio de cirurgia. Porém, é importante procurar o quanto antes atendimento oftalmológico e realizar todos os procedimentos necessários.

E aí, entendeu como funciona a cirurgia de catarata? Caso ainda tenha dúvidas, compartilhe com a gente deixando um comentário abaixo!

 

Saiba mais

Interessou-se sobre o assunto?
Entre em contato conosco e converse
com um oftalmologista da nossa equipe!

Entre em contato
Últimas Postagens