Olhar Certo / 25/09/2018 / Doenças oculares

O que fazer no dia a dia para manter a saúde dos olhos?

Há quem diga que eles são a janela da alma. Poesia à parte, os olhos figuram como responsáveis pelo sentido da visão e, por isso, têm grande importância para as atividades diárias. Eles recebem a luz e a convertem em impulsos elétricos, que são enviados ao cérebro. Este, por sua vez, os transforma nas imagens que enxergamos.

Ao mesmo tempo em que cuidam de um sistema tão complexo, os olhos estão bastante expostos. Mas saiba que cuidar desses órgãos tão delicados não consiste em uma tarefa difícil. Neste artigo você verá algumas dicas de hábitos simples para adotar diariamente e garantir a saúde dos olhos. Confira!

Evite coçar

Não importa com que frequência você lava as mãos: elas sempre vão carregar impurezas que podem ser passadas facilmente para os olhos e causar infecções. Além disso, a pressão dos dedos é capaz de causar lesões no globo ocular.

Portanto, evite coçar ou levar as mãos aos olhos por qualquer motivo. Caso sinta algum incômodo, apenas lave-os com água. Já se estiver com uma coceira persistente, procure um oftalmologista.

Faça a higiene correta

Poeira, poluição e maquiagem podem se acumular na base dos cílios e causar irritação, olhos vermelhos e coceira. A dica para evitar isso é lavar a região com xampu neutro ou produto específico para a área dos olhos pelo menos duas vezes ao dia. Usar hastes flexíveis pode ajudar a limpar as pálpebras, cílios e cantos.

Para quem usa maquiagem, nunca é demais lembrar que ela sempre deve ser removida antes de dormir. Também é importante se atentar ao prazo de validade dos produtos e utilizar somente os antialérgicos e sem conservantes. Os pincéis e escovas de maquiagem exigem lavagem após cada uso.

Use as lentes de contato da maneira certa

Se você utiliza lentes de contato, tenha o cuidado de apenas colocá-las ou retirá-las depois de lavar bem as mãos.

Também é fundamental limpá-las com produtos próprios e observar o prazo de validade das lentes, para fazer a substituição na hora certa.

Pisque bastante

Essa recomendação parece até estranha, uma vez que piscar é um ato involuntário. Porém, hoje, mais do que nunca, estamos o tempo todo expostos a telas – do computador, do smartphone, da televisão etc.

Esse hábito faz com que pisquemos menos quando concentrados do que quando estamos assistindo ou lendo. Então, lembre-se de dar uma piscadinha de vez em quando. Isso ajuda a lubrificar os olhos e a impedir a entrada de poeira.

Consuma alimentos que façam bem à saúde dos olhos

Cenoura deve fazer bem para a vista, afinal nunca vi um coelho usar óculos! Apesar da brincadeira, a frase não deixa de ser verdadeira.

Por conta da alta concentração de vitamina A, a cenoura consiste em um dos alimentos recomendados para manter a saúde dos olhos. Entram na lista também:

  • peixes;
  • alho;
  • abacate;
  • folhas verdes;
  • frutas vermelhas;
  • azeite extra virgem.
Também é indicado reduzir o açúcar, principalmente para quem tem diabetes. O excesso de glicose pode causar a retinopatia diabética, doença que afeta os vasos da retina e capaz até mesmo de levar à cegueira se não for tratada.

Pratique atividades físicas

Exercitar-se regularmente ajuda a prevenir doenças como diabetes e hipertensão, que podem evoluir e ocasionar problemas para a saúde dos olhos, como a catarata e o glaucoma.

Em casos mais graves, esses quadros podem levar à perda parcial ou total da visão.

Pare de fumar

O cigarro é um elemento prejudicial à visão, trazendo riscos como catarata, degeneração macular e danos ao nervo ótico.

Sendo assim, e levando em consideração todos os outros males causados pelo cigarro, faça o máximo esforço possível para eliminar esse hábito!

Essas são apenas algumas dicas simples para cuidar da saúde dos olhos. Além de adotar esses hábitos, lembre de visitar sempre o seu oftalmologista. Desde a infância é recomendável fazer uma consulta a cada três anos.

A partir dos 40, a periodicidade deve ser anual. Essa prática pode detectar doenças dos olhos em estágio inicial, como glaucoma e catarata, evitando complicações futuras.

Gostou do nosso post? Então compartilhe nas suas redes sociais e ajude a divulgar essas informações a quem precisa!

 

Saiba mais

Interessou-se sobre o assunto?
Entre em contato conosco e converse
com um oftalmologista da nossa equipe!

Entre em contato
Últimas Postagens