Olhar Certo / 03/12/2019 / Dicas

Saiba como ter um cão-guia no Brasil

Existe um ditado popular que diz que o cachorro é o melhor amigo do homem. Grande parte das pessoas pode concordar com essa frase, mas algo que é indiscutível é a importância desse animal na rotina de pessoas que precisam de ajuda para realizar atividades básicas, como os deficientes visuais. Fato é que, efetivamente, um cão-guia é também o melhor amigo nesses momentos.

Se você não tem dúvidas de que um cãozinho pode ajudar no dia a dia de um conhecido, alguém da família ou até a você mesmo em certos momentos da vida, saiba que conseguir este animal depende de um processo que pode ser um tanto moroso e burocrático. Contudo, ter um cão-guia não é algo impossível. Vamos tratar aqui sobre como isso pode ser feito e quais os requisitos. Continue e boa leitura!

Quais são as vantagens de ter um cão-guia?

Realizar atividades ― como se levantar da cama, preparar um lanche e até mesmo se locomover pela casa para fazer qualquer coisa ― pode ser uma tarefa muito básica para a maioria das pessoas. Mas, para quem tem algum tipo de deficiência visual pode não ser tão simples assim. A escolha do cão para auxiliar o humano nesse processo não aconteceu por acaso.

Os cachorros são conhecidos pela sua inteligência, sensibilidade e companheirismo. Além da fiel amizade, há muito tempo, os cães são uma valiosa ajuda para nós, humanos, realizarmos tarefas diversas que não seríamos capazes, como intimidar pessoas mal intencionadas, identificar odores e substâncias não perceptíveis pelo homem, bem como nos proteger de muitos perigos.

Quais processos são realizados para formar um animal? 

Vale ressaltar que os cães-guias não podem ser vendidos, mas são doados por instituições sérias, especializadas no treinamento desses animais. Essas empresas seguem procedimentos para desenvolver os guias e a demanda de doação é pautada pelos cães disponíveis para acompanhamento e não pela quantidade de pessoas necessitadas.

Ainda filhotes, os cães são levados para uma família de acolhimento e lá recebem tratamento básico que envolve desde a socialização e obediência, até andarem de transporte público e não se estranharem na presença de muita gente. Depois de cerca de um ano, o animal volta para o canil e tem um tratamento que dura cerca de seis meses, voltado para a rotina do seu possível companheiro. Ao todo, o processo dura cerca de dois anos.

Afinal, quais são os passos para conseguir um cão-guia no Brasil?

Qualquer atividade que envolva animais deve ser regulamentada e seguir um protocolo de atividades para garantir a segurança, a saúde e o bem-estar do humano, bem como do animal. Por isso, há algumas regras e passos a serem seguidos por quem deseja ter um cão-guia, assim como um processo  — para as pessoas  — que envolve todo o seu treinamento para lidar com o companheiro:

  • ter no mínimo 18 anos;
  • ser pessoa com deficiência visual;
  • ter feito o curso de orientação e mobilidade, que é realizado pelos institutos especializados em treinamentos;
  • residir em território brasileiro;
  • gostar de animais;
  • ter condições financeiras e psicológicas para cuidar do cão.

Por fim, após cumprir esses requisitos, o candidato faz um cadastro para ter o cão-guia e aguarda as etapas do processo, que pode demorar alguns anos. Não existe um período certo para que o processo seja concluído. As instituições trabalham o perfil do candidato com o perfil do cão, objetivando a melhor adequação da personalidade dos dois para terem uma convivência saudável.

Como pode ser observado, a função do cão-guia é muito importante na vida de uma pessoa com deficiência visual. Além disso, é importante seguir todas as recomendações para ter um cão-guia no Brasil de maneira adequada. 

Entendeu como o processo para ter um cão-guia é muito específico e leva em conta tanto o comportamento da pessoa deficiente quanto do animal, zelando pela qualidade de vida dos dois? Aproveite para compartilhar essas informações nas suas redes sociais!

 

Saiba mais

Interessou-se sobre o assunto?
Entre em contato conosco e converse
com um oftalmologista da nossa equipe!

Entre em contato
Últimas Postagens