Olhar Certo / 22/01/2019 / Catarata

Tipos de catarata: conheça os mais comuns e saiba como tratar

A catarata é uma doença que se caracteriza pelo comprometimento do cristalino, que é uma espécie de lente natural presente no olho. Trata-se de uma condição grave e que pode levar à cegueira se não for tratada a tempo.

Neste post, vamos conhecer quais os tipos de catarata, como é feito seu diagnóstico e qual a importância de ter acompanhamento profissional, não só durante o tratamento, mas também para prevenir o seu aparecimento.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura!

Entenda o que é a catarata

Como já foi dito, a catarata é uma doença ocular em que o cristalino do olho perde gradativamente sua transparência natural, deixando a vista embaçada ou opaca. Se não for tratada, a catarata pode causar cegueira parcial ou até mesmo total, além de apresentar diversos sintomas, como sensibilidade à luz (fotofobia), visão turva, dificuldade de enxergar à noite, dentre outras coisas.

É muito importante procurar um médico oftalmologista ao perceber os primeiros sintomas. Como a doença se desenvolve lentamente, muitas vezes ela passa despercebida, podendo levar a pessoa à cegueira.

Conheça os tipos de catarata

A seguir, veja quais os tipos de catarata existem e como cada um deles se apresenta, seus sintomas e causas.

Congênita

Também chamada de catarata infantil ou catarata congênita infantil, esta forma da doença pode surgir logo após o nascimento ou se desenvolver nos primeiros seis meses de vida da criança.

Ela é causada por anomalias cromossômicas, mutações genéticas ou até mesmo infecções ocorridas na gestação. Outro motivo que pode levar à catarata congênita é o abuso de álcool e drogas durante a gravidez.

Por fim, a catarata infantil pode ser unilateral (em um só olho) ou bilateral (nos dois olhos) e nem sempre apresentará sintomas. Por este motivo, é recomendada sua retirada apenas se houver comprometimento na visão do bebê.

Adquirida

Neste tipo de catarata enquadram-se os casos em que ela é adquirida, seja por causa da idade, por meio do uso de medicamentos ou por traumas. A seguir, veja cada uma delas:

    • catarata senil (ou relacionada à idade): essa é bastante comum em idosos, pois se desenvolve geralmente após os 65 anos por causa do desgaste natural do cristalino;
    • catarata diabética: aparece em pessoas com diabetes e sua evolução é mais rápida que em outros tipos da doença;
    • catarata traumática: provocada por traumas como perfurações ou contusões. Normalmente, só afeta o olho que recebeu o trauma e pode se desenvolver lentamente, a menos que afete a cápsula lenticular;
    • catarata medicamentosa: neste tipo, a catarata é causada pelo uso prolongado de medicamentos à base de corticoides.

 

Como você pode ver, existem esses tipos de catarata, que podem ser causados pelos mais diversos fatores. Em alguns casos, o tratamento é feito pelo uso de óculos. No entanto, em situações de maior gravidade, a cirurgia de catarata é indicada.

Por isso, é importante que o diagnóstico seja feito o quanto antes para evitar a perda parcial ou total da visão. É necessário também visitar regularmente o médico oftalmologista para prevenir o aparecimento de doenças oculares e manter a saúde dos olhos em dia.

E aí, o que achou do texto? Se quiser saber mais sobre os tipos de catarata e tirar suas dúvidas sobre diagnóstico e tratamento, entre em contato conosco. Estamos prontos para atendê-lo!

Saiba mais

Interessou-se sobre o assunto?
Entre em contato conosco e converse
com um oftalmologista da nossa equipe!

Entre em contato
Últimas Postagens