Problemas na visão? Conheça os sintomas do descolamento de retina!

A retina é uma membrana localizada na parte interna do olho e tem a função de transformar os estímulos luminosos captados em imagens. Como não existe nenhuma estrutura que a mantenha fixa dentro do globo ocular, é necessário identificar os sintomas do descolamento de retina.

Com o desprendimento da membrana fica interrompido o fornecimento de nutrientes e oxigênio para a retina, promovendo uma degeneração muscular. Quando não tratado imediatamente, o descolamento de retina pode levar à cegueira

Além de conhecer os sintomas do descolamento de retina você vai descobrir nesse post quais são os fatores de risco desse problema e os tratamentos mais indicados. Não perca!

As principais causas

O descolamento ocorre quando uma parte ou a totalidade da retina se desprende da região posterior do olho. Os três fatores que podem causar o problema são:

Acúmulo de fluido

O vítreo é um líquido transparente e gelatinoso que garante a nutrição e o posicionamento correto da retina na parte interna do olho. Inflamações, doenças e tumores podem fazer com que esse fluido se posicione abaixo da retina provocando o deslocamento da membrana.

Furos ou rasgos

O vítreo pode se deslocar para a parte detrás da retina quando essa membrana apresenta alguma lesão. Traumatismo ocular ou craniano, assim como doenças oculares podem causar furos ou rasgos nessa membrana.

Tração ou repuxamento

Algumas doenças como o diabetes podem levar ao crescimento de um tecido na região da retina. Esse tecido exerce uma força na membrana e começa a repuxá-la, levando ao descolamento.

4 sintomas do descolamento de retina

Diferentemente de outros problemas oculares, o desprendimento da retina não provoca dor, vermelhidão ou ardor. No entanto, existem alguns sinais que funcionam como um sinal de alerta para o descolamento, como:

  • pontos flutuantes: parece que há manchas escuras, insetos, bolhas ou cordas se movendo no seu campo de visão;
  • faíscas ou flashes de luz: elas surgem sempre que você move sua cabeça ou olhos.
  • perda repentina da visão;
  • visão turva ou embaçada.

Fatores de risco

O descolamento de retina pode ocorrer em qualquer faixa etária, mas o problema é mais frequente entre pessoas acima dos 40 anos. Além disso, são fatores de risco: alto grau de miopia; cirurgia anterior de catarata ou glaucoma; diabetes; casos de descolamento de retina no histórico familiar ou traumas nos olhos como socos e pancadas.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico do descolamento de retina é realizado enquanto sua pupila está dilatada em um exame chamado de mapeamento da retina. Se houver algum problema que interfira na observação do fundo do olho, existem outros dois exames que também contribuem para identificar o descolamento: a oftalmoscopia indireta e o ultrassom ocular.

Tratamento

A maioria dos casos de descolamento pode ser solucionada. O tratamento depende do tipo de descolamento da retina, da extensão e da gravidade do problema.

Casos de descolamento com o vazamento do vítreo sem a ruptura da retina, podem ser tratados com o uso de medicamentos. Quando existe uma lesão na retina, mas sem deslocamento do vítreo é recomendado o uso de terapias como o laser e o congelamento (criopexia). Nas demais situações o tratamento é cirúrgico.

Como evitar o descolamento de retina

Manter a diabetes controlada e utilizar óculos de proteção durante atividades em que algo possa atingir seus olhos são medidas que podem ajudar a prevenir o problema. Além disso, não se esqueça de realizar um check-up oftalmológico que permite o diagnóstico precoce desse e outros problemas que podem afetar sua saúde ocular.

Você já conhece as clínicas Olhar Certo? Nosso principal compromisso é oferecer a você um atendimento preciso e humanizado em centros oftalmológicos que contam com uma rede de profissionais altamente qualificada, oferecendo os mais modernos equipamentos para o diagnóstico, prevenção e tratamento dos problemas de visão

Você conheceu os principais sintomas do descolamento de retina, os tipos e os fatores de risco mais comuns do problema. É importante lembrar que é uma urgência médica e o tratamento deve ser iniciado com urgência para evitar a perda da visão.

Proteja a saúde dos seus olhos! Entre em contato conosco e agende sua consulta odontológica agora mesmo!


Publicado em 12/08/2020

Posted in Doenças oculares

assinatura site

Olhar Certo Clínica Oftamológica © 2021 - Todos os Direitos Reservados.