Qual a importância de utilizar colírio para os olhos?

Ele ajuda a reduzir a vermelhidão, aliviar uma alergia e a tratar a conjuntivite bacteriana. Hoje em dia, o colírio para os olhos faz muito mais do que a simples lubrificação dos globos oculares. Grande aliado em diversos tratamentos oftalmológicos, a solução tem papel fundamental na recuperação e manutenção da saúde ocular.

Mas você sabe do que ele é feito, quais são os tipos existentes e para que são indicados? Continue a leitura e descubra!

O que é o colírio para os olhos?

Os colírios para os olhos são, na maioria das vezes, soluções salinas com medicamentos específicos para o tratamento de doenças oculares. Embora alguns tipos sejam indicados apenas para a lubrificação ou enxágue de ciscos, geralmente, eles têm o soro fisiológico como ingrediente base.

Quais são os tipos de colírio mais usados?

A indicação do uso requer um diagnóstico oftalmológico e vai depender dos sintomas e da gravidade da condição ocular. Os tipos de colírios vão desde simples lágrimas artificiais para usuários de lentes de contato até os medicamentosos, contendo antibióticos e corticoides, que só podem ser usados com prescrição médica.

Veja a seguir os tipos mais comumente usados e suas indicações.

Colírios lubrificantes

Os colírios lubrificantes, também conhecidos como lágrimas artificiais, proporcionam alívio para olhos secos quando a causa está relacionada a circunstâncias temporárias, como cansaço ocular (por uso prolongado do computador), exposição excessiva ao sol e vento.

Colírios descongestionantes

Os colírios descongestionantes, conhecidos também como branqueadores, contêm vasoconstritores que reduzem a vermelhidão dos olhos ao encolher os minúsculos vasos sanguíneos na parte branca do globo ocular (esclera), tornando-os menos visíveis.

Embora os colírios descongestionantes sejam eficazes para eliminar a vermelhidão, lembre-se de que eles podem mascarar um problema subjacente potencialmente grave.

O uso em excesso e sem o acompanhamento de um especialista pode causar ressecamento e irritação, dilatação anormal das pupilas e outros efeitos adversos. Portanto, é recomendável consultar seu oftalmologista para identificar a causa da vermelhidão e, assim, obter o tratamento mais indicado.

Colírios antialérgicos

Colírios anti-histamínicos, conhecidos também como antialérgicos, reduzem a histamina nos tecidos oculares e são especificamente formulados para tratar a coceira decorrente de alergias — como nos quadros de conjuntivite alérgica.

Colírios anestésicos

Os colírios anestésicos são comumente usados como anestésico local do globo ocular antes de cirurgias, procedimentos diagnósticos e retirada de corpos estranhos da conjuntiva ou da córnea.

Colírios antibióticos

Os colírios antibióticos só podem ser usados com prescrição médica e são indicados para o tratamento de infecções oculares causadas por bactérias, como nos casos de conjuntivite bacteriana.

A maioria desses colírios contém também substâncias anti-inflamatórias que ajudam a reduzir o desconforto e a inflamação da conjuntiva, causados pela infecção.

Quais são os cuidados que devem ser tomados durante o uso?

Primeiramente, nenhum medicamento deve ser usado sem a indicação de um especialista. Ao primeiro sinal de qualquer sintoma ocular, procure um oftalmologista. Apenas o profissional especializado poderá avaliar a saúde dos seus olhos e indicar o tratamento mais adequado.

Antes e durante o tratamento, lembre-se sempre de:

  • não deixar o aplicador tocar a superfície dos olhos ou qualquer outra superfície, para não correr o risco de contaminação;
  • se você usar dois ou mais tipos de colírios diferentes, não os aplique simultaneamente. Dê um intervalo de cerca de cinco minutos entre as aplicações ou conforme orientação médica;
  • descarte o produto se estiver com a validade expirada;
  • atente-se às indicações do seu oftalmologista quanto à posologia, frequência das aplicações e duração do tratamento;
  • em casos de efeitos colaterais adversos, interrompa imediatamente o uso do colírio e procure seu médico.

O colírio para os olhos serve para tratar diversas condições oculares, como alergias, ressecamento, inflamações e infecções. O tipo a ser utilizado e a duração do tratamento vão depender do diagnóstico e da gravidade dos sintomas.

Embora existam muitas fórmulas que podem ser compradas sem qualquer receita médica, lembre-se de que o colírio é um medicamento e seu uso deve ser feito com responsabilidade, sempre sob indicação de um oftalmologista.

Este artigo foi útil para você? Compartilhe-o em suas redes sociais e ajude a levar mais informações a quem precisa!

 


Publicado em 28/07/2019

Posted in Catarata

assinatura site

Olhar Certo Clínica Oftamológica © 2021 - Todos os Direitos Reservados.