Você sabe o que é presbiopia? Conheça seus principais sintomas

No início dos 40 anos, muitos adultos começam a apresentar problemas para enxergar claramente de perto, principalmente ao ler e trabalhar no computador. A modificação na capacidade de focalização dos olhos, chamada presbiopia, avançará com o tempo e essa é uma das dificuldades mais comuns que os adultos desenvolvem entre 40 e 60 anos.

A princípio, manter os livros mais distantes torna a leitura mais clara ou, talvez, a remoção dos óculos para ver melhor de perto. Já o cardápio do restaurante pode parecer desfocado, especialmente sob iluminação fraca. Contudo, somente um profissional especializado poderá diagnosticar e receitar o melhor tratamento para a vista cansada. Neste artigo, abordaremos as principais causas relacionadas à presbiopia.

Confira!

O que é presbiopia?

É uma mudança na visão relativa à idade, na qual a pessoa perde a capacidade de ver de perto sem lentes corretivas. A causa da presbiopia é uma mudança na capacidade do cristalino (lente dos olhos) de mudar sua forma — um processo chamado acomodação — para permitir que a pessoa focalize objetos próximos.

A evolução do decréscimo da elasticidade do cristalino começa por volta dos 10 anos, mas as alterações na visão não são perceptíveis para uma pessoa até que ela alcance 40 anos. Modificações na visão atingirão o auge — necessidade de correção máxima — por volta dos 63 anos.

O que causa?

O cristalino se torna mais grosso gradativamente e sua flexibilidade se tona diminuída. Essas transformações acontecem dentro das proteínas da lente, tornando-a mais rígida e com menos elasticidade com o tempo. As mudanças também ocorrem nas fibras musculares que contornam o cristalino. Com menos capacidade elástica, fica cansativo para os olhos focarem objetos próximos.

Quais os fatores de risco?

O principal fator de risco para a presbiopia é o envelhecimento, sendo uma etapa natural do processo humano e que não pode ser evitada.

Outros fatores de risco incluem algumas condições médicas:

  • diabetes;
  • esclerose múltipla;
  • doença cardíaca;
  • medicamentos como antidepressivos, anti-histamínicos e diuréticos também podem aumentar o risco de desenvolver presbiopia.

Quais os sintomas?

O indicativo da presbiopia é a inabilidade de ver bem as coisas próximas aos objetos. Outros sintomas incluem:

  • visão embaçada para objetos ao alcance do braço;
  • estrabismo;
  • fadiga ocular;
  • dores de cabeça;
  • problemas de leitura;
  • aumentar o texto ou o zoom;
  • tensão ocular ou desfoque com dispositivos digitais;
  • colocar o material de leitura à distância de um braço.

Qual o diagnóstico e o tratamento?

O diagnóstico é feito pelo oftalmologista, que avaliará o olho em um exame abrangente. Como a presbiopia é um processo contínuo, é provável que a prescrição médica mude entre as idades de 45 e 65 anos. É aconselhável fazer o exame de vista a cada 2 anos.

Ainda que a vista cansada não seja evitada, existem opções de tratamento à disposição, como lentes corretivas — multifocais —, para auxiliar com uma visão mais clara. Algumas técnicas cirúrgicas também estão disponíveis para melhorar a visão, mas não são revertidas e não são totalmente eficientes por muitos anos.

Consulte um oftalmologista se a visão embaçada de perto impedir você de ler, trabalhar ou desfrutar de outras atividades normais. Somente esses profissionais determinarão se você tem presbiopia e qual o melhor tratamento.

Já que você sabe de algumas das causas de presbiopia e da importância de procurar um oftalmologista, conheça as clínicas Olhar Certo. Elas estão preparadas para dar assistência com excelência, por meio dos mais atuais dispositivos de diagnóstico e tratamento, contando com profissionais de alta qualificação e atendimento humanizado.

Então, entre em contato conosco para obter mais informações sobre nossos serviços e profissionais!


Publicado em 06/07/2021

Posted in Doenças oculares

assinatura site

Olhar Certo Clínica Oftamológica © 2021 - Todos os Direitos Reservados.