Visão periférica: entenda o que é e como melhorá-la

A visão é requisitada durante todo o tempo para a realização de tarefas, como identificar rostos e perceber objetos, por exemplo. Também, precisamos de uma boa acuidade visual para conseguir ultrapassar o carro da frente sem perder a atenção com os outros veículos ou, ainda, visualizar as bordas da página durante a leitura deste artigo. Essas duas ações são possíveis graças à visão periférica.

Continue a leitura, conheça as características desse campo visual, a importância desse tipo de visão e quais são as melhores técnicas para melhorar a percepção de imagens estimulando o movimento lateral dos olhos

O que é visão periférica?

A visão periférica ou visão indireta é aquela que ocorre no canto do olho, permitindo a visualização de objetos que estão fora do campo visual central sem que seja necessário virar a cabeça ou mover os olhos.

É uma visão pouco rica em detalhes, fazendo com que os movimentos e objetos normalmente sejam vistos desfocados ou com pouca nitidez. Isso ocorre porque as células fotossensíveis mais complexas, que ajudam a captar a imagem e levá-la para o cérebro, estão mais concentradas na região central dos olhos.

Por que ela é tão importante?

A visualização de objetos pelo canto do olho garante a percepção visual de movimentos, o que nos ajuda a ter uma melhor noção espacial. Essa habilidade é bastante importante para garantir a atenção e a segurança no trânsito ou durante a prática de atividades esportivas, por exemplo.

Você viu a pouco que as células fotossensíveis diminuem a nitidez nas bordas oculares, não é? Isso ajuda o olho a desenvolver a habilidade de reconhecer objetos no escuro, evitando o risco de cair ou tropeçar em algum deles. Por isso, a visão periférica se mostra mais efetiva que a visão central em ambientes pouco iluminados.

Quais são as técnicas para melhorar a visão indireta?

O uso excessivo de computadores e smartphones tem feito com que as pessoas se concentrem apenas na visão central, ativando pouco a visualização a partir das laterais dos olhos. A seguir, descubra 3 técnicas para estimular os músculos oculares e ampliar o seu campo de visão.

Relaxe e estimule a visão periférica

Crie pausas regulares a cada hora de uso das telas e, sempre que possível, utilize esses dispositivos em ambientes mais claros. Enquanto estiver olhando para a tela, tente prestar atenção também no que acontece na lateral de sua visão. Sem virar os olhos ou o pescoço, tente perceber as cores do ambiente, os objetos em volta.

Trabalhe a visão noturna

Para estimular as células que melhoram a visibilidade em ambientes noturnos, tente tomar banho à noite com a luz desligada. Além disso, procure dormir no escuro, bloqueando qualquer entrada na luz no ambiente de descanso. Caso precise levantar à noite, os olhos poderão aproveitar os estímulos da escuridão para identificar obstáculos e evitar tropeços.

Exercite os olhos

Pegue uma cartolina e corte no formato de 5x7cm. Cole esse papel com uma fita crepe entre as duas sobrancelhas. Em seguida, olhe para frente, subindo e descendo os braços, movimentando também os dedos. Acompanhe essas subidas e descidas durante 5 minutos, sem virar a cabeça. O exercício pode ser repetido todos os dias.

A visão periférica é um componente importante para garantir a melhor habilidade visual. As técnicas apresentadas ajudam a ampliar o campo de visão, mas se sentir qualquer desconforto ou perceber que os estímulos não têm surtido efeito, procure um oftalmologista de confiança para identificar o problema.

Quer mais dicas para cuidar da sua visão e manter a saúde dos olhos em dia? Então, siga a gente nas redes sociais. Esperamos por você no Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn.


Publicado em 29/03/2022

Posted in Adaptação de lente de contato

assinatura site

Olhar Certo Clínica Oftamológica © 2021 - Todos os Direitos Reservados.